Clínica clandestina maltrata pacientes

O local não tinha alvará de funcionamento e foi interditado pela Vigilância Sanitária

A Polícia Militar de Araraquara, cidade do interior de São Paulo, Descobriu uma clínica clandestina para dependentes químicos no último dia 20. O local havia iniciado as atividades a apenas seis meses, não tinha alvará de funcionamento e foi interditado pela vigilância sanitária.

Apesar do dono negar as acusações, muitos pacientes apresentavam marcas de agressão pelo corpo. Um dos internos relatou que queria conversar com os seus pais, dizer a eles o que estava acontecendo, mas foi impedido por um funcionário da clínica que o pegou pelo pescoço e o jogou no sofá. A partir de então, outros vieram para machucá-lo.

Por meio de denúncias de vizinhos, a PM chegou até o estabelecimento. Eles encontraram uma mala com remédios, faixas e um pedaço de pau. Os oficiais logo imaginaram que aqueles acessórios eram para amarrar os pacientes e agredi-los.

Cerca de 30 homens estavam internados na clínica e queriam se recuperar do vício em drogas, porém muitos deles contaram que o local era de desespero. Não havia acompanhamento médico e muito menos de psicólogos e psiquiatras.

O dono da clí­nica, Daniel Boschi Ribeiro, chegou a ser levado para a delegacia e negou todas as acusações. Em relação ao alvará de funcionamento, ele disse que já foi solicitado. No entanto, a vigilância Sanitária disse que o local não poderia funcionar sem a documentação regularizada.

De acordo com determinação da Secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, os familiares tiveram até o dia 21 para irem buscar os internos.

online кредит на карту zaymi-bistro.ru онлайн кредит без процентов на карту

74% das casas de repouso de São Paulo não tem alvará

No que diz respeito a  licença da Vigilância Sanitária, 73% estão irregulares

O MP-SP (Ministério do Público de São Paulo) fez um levantamento sem ter sido constatado que uma maior parte das casas de repouso instaladas no estado de não licença da Vigilância Sanitária ou o alvará De vistoria do Corpo de Bombeiros.

De acordo com este experimento, das 1543 instituições, 1141 não apresentam o documento de segurança emitido pelas corporações, o que equivale a 74%. Já no que diz respeito ao certificado que confirma os seus requisitos mantém condições sanitárias adequadas, 1132 irregularidades, ou seja, 73%.

Dados do MP-SP apontam que mais de 40 mil idosos viviam em entidades de longa permanência no primeiro semestre deste ano. Número 13,2% maior do que o registrado na relação de 2015, e 28% superior quando comparado às informações divulgadas em 2010, pelo IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

Assim, para suprir a demanda de pessoas que procuram esses lugares, aumentou, também, a quantidade de casas de repouso. Do ano passado para 2016, houve um acréscimo de 120 estabelecimentos, no período de 12 meses, sendo que 97% são instituições privadas. Destas, 64% tem finalidades lucrativas e, o restante, é filantrópico.

Com a exposição de dados, o Ministério Público almeja abrir os olhos das promotorias de justiça para melhorar a fiscalização e aumentar o grau de qualidade dos serviços prestados aos idosos.

быстрый займ на киви кошелек zaymi-bistro.ru займ онлайн круглосуточно на банковскую карту

Parque aquático funcionava sem atualização do alvará de Corpo de Bombeiros

No dia 8 de outubro houve um acidente no local e um menino de seis anos morreu afogado

No dia 10 de outubro o Corpo de Bombeiros realizou uma vistoria no clube de lazer Coqueiral Park, instalado no bairro de Ouro Preto, em Olinda, Recife, local onde, no dia 8 de outubro, aconteceu um acidente que resultou na morte do garoto Paulo Roberto Santos de Lira e Silva, de seis anos, por afogamento.

Além de o parque aquático funcionar sem a atualização do alvará¡ que é emitido por essa corporação, foram constatadas diversas irregularidades, como, por exemplo, extintores com prazos vencidos, áreas sem corrimões, a ausência de melhorias de algumas sinalizações de emergências e saída de emergência e de ART (Anotações de Responsabilidade Técnica) da central de GLP (Gás Liquefeito de Petróleo), gás de cozinha e do gerador de energia.

A inspeção teve como base o Código Estadual de Segurança Contra Incêndio e Pânico, porém, na vistoria preliminar, realizada de forma emergencial, devido ao afogamento, já¡ foi constatado que algumas dessas exigências foram descumpridas. A principal, como já¡ citamos, foi o registro emitido pelo Corpo de Bombeiros ter passado da validade.

O administrador do estabelecimento, Rubens Ramos, informou que o funcionamento segue normalmente e que a renovação do alvará¡ já¡ foi solicitada. Ainda de acordo com ele, o clube disponibiliza quatro salva-vidas aos sábados, dia em que houve o acidente, trás bombeiros civis e uma técnica de enfermagem.

манимен займ онлайн zaymi-bistro.ru займ на киви без привязки карты

Bar é interditado, fecha as portas e demite 200 funcionários

O estabelecimento está¡ instalado no bairro de Itapuã, em Salvador

Após interdição do bar e restaurante Villa Baiana, instalado no bairro de Itapuã£, em Salvador, pela Sucom (Secretaria Municipal de Urbanismo), no dia 10 de outubro, o proprietário, Antônio Amorim, optou por fechar as portas, o que resultou na demissão de 200 funcionários.

Inconformados com a situação, os trabalhadores realizaram uma manifestação no local, no dia 14 de outubro, e, em sua defesa, o dono alegou não ter condições para manter os profissionais sem poder dar continuidade às atividades, uma vez que a folha de pagamento chega a R$ 200 mil e, por esse motivo, decidiu finalizar os serviços e alugar o espaço. Além dos efetivos, o estabelecimento ainda contava com 100 diaristas.

Amorim alega que havia solicitado o alvará¡ para funcionamento há cerca de dois anos e, além dos documentos não emitidos pelo órgão responsável pela fiscalização, os demais pré-requisitos estão de acordo com o exigido. Em resposta, a Sucom afirma que não foi feita nenhuma solicitação por parte do proprietário do imóvel, que também não possui registro nem para utilização sonora e projeto de segurança.

Conforme o órgão esclarece, a medida tem como base o artigo 8° do Código de Polícia Administrativo, que estabelece que as empresas, de modo geral, dependem dessa autorização para exercer as suas atividades, bem como o artigo 6° da Lei Municipal 5.354/98, que prevê que a emissão sonora gerada em praticas não residenciais poderá ser realizada somente após expedido da licença em questão, pelo órgão competente da Prefeitura.

кредит онлайн на карту под 0 zaymi-bistro.ru круглосуточный кредит онлайн

Ambulantes de Catanduva já podem solicitar autorização para Dia de Finados

Os comerciantes eventuais pagarão R$ 62,84 pela licença

Os ambulantes eventuais de Catanduva, cidade situada no interior de São Paulo, poderão requerer a sua autorização para trabalhar no Dia de Finados, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, na Central de Atendimento da Prefeitura de Catanduva.

O feriado, que acontece no dia 2 de novembro, reunirá mais de 25 mil visitantes na região. Diante disso, para que não haja aglomeração, é essencial que os comércios estejam com o alvará expedido pelo órgão.

Os ambulantes que já possuem o registro para desenvolverem as suas atividades no município não precisam de nova autorização, já os eventuais, ou seja, os que não residem na localidade, devem protocolar o requerimento especificando os dias que irão trabalhar. Vale ressaltar ainda que, conforme consta no artigo 5º da Lei 071/98, qualquer tipo de produto poderá ser comercializado, com exceção de bebidas alcoólicas.

A licença é de 25 UFRC (Unidade Fiscal de Referência de Catanduva), o que equivale a R$ 62,84. Após pagar a taxa, o contribuinte deverá retornar à Central de Atendimento, onde o alvará será retirado no ato. Porém, em casos de serviços do ramo alimentício, o protocolo será encaminhado para a Vigilância Sanitária.

É importante frisar, ainda, que os comerciantes não poderão ficar dentro de cemitérios e em cima de calçadas e, aqueles que forem pegos sem o documento, pagarão uma multa.

Caso necessite de uma visita técnica, para saber se toda a sua documentação e o seu estabelecimento estão de acordo com as normas exigidas, entre em contato agora com a Register Corporation do Brasil, no número: 4020-0099.

онлайн займ на киви кошелёк срочно zaymi-bistro.ru займ без процентов на карту мгновенно

Venda de algas marinhas é suspensa pela Anvisa

Cinco marcas apresentaram resultados insatisfatórios

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu a distribuição e comercialização de algas marinhas importadas. Diante disso, cinco marcas estão suspensas pelo órgão.

Essa ação é decorrente dos resultados insatisfatórios apresentados nos testes de rotulagem e contaminantes inorgânicos. Nessa avaliação também foi detectado a presença de cádmio acima do limite máximo tolerado.

Abaixo seguem as marcas e os importadores que foram autuados:

Produto: Alga Marinha Desidratada – Marca: JiaZhiWelFood – Importado por Mercearia e Bomboniere Towa Ltda

Produto: Alga Marinha Desidratada – Marca: Oriental Brasil – Importado por Oriental Brasil Ind. E Com. De Alimentos Ltda.

Produto: Alga Marinha Yakinori – Marca: Sukina – Importado por Hanaro Comercial Importadora e Exportadora Ltda.

Produto: Alga Marinha Desidratada YakiSushiNori – Marca: Fukumatsu – Importado por Comércio de Produtos Alimentícios Fukumatsu Ltda.

Produto: Alga Marinha Yakinori – Marca: Edomae Yakinori – Importado por Sidchen Comercial Importadora Ltda.

займ на карту мгновенно без отказа zaymi-bistro.ru займ на кредитную карту мгновенно

Postos de combustíveis desativados são um perigo

Em São Paulo há cerca de 825 locais com a atividade encerrada

De acordo com a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), há 825 postos de combustíveis desativados na cidade de São Paulo. Segundo especialistas, se o processo de desativação desses locais não for feito adequadamente, esses espaços tendem a se tornar perigosos, pois podem explodir a qualquer momento.

O jornal Agora publicou uma reportagem intitulada “São Paulo tem 825 postos de combustíveis desativados” no qual entrevistou profissionais que explicaram os riscos que esses postos oferecem a população.

Rogério Aparecido Machado, professor do curso de química do Mackenzie, explicou ao jornal que mesmo esvaziando os tanques, ainda fica um pequeno acúmulo de substâncias explosivas nas paredes dos recipientes.

Esse conteúdo que restou pode ocasionar explosões desencadeadas por ações simples como, por exemplo, o ascender de um cigarro. Para evitar esse problema a fiscalização teria que ser muito mais efetiva.

É necessário que se abra um processo de desativação do posto, pois, por meio disso, os donos irão cumprir uma série de normas ambientais e técnicas para a retirada do material. Caso os proprietários paralisem as atividades, mas queiram manter a estrutura para voltar ao mercado posteriormente, é recomendado que se coloquem tapumes em seu entorno para evitar acidentes.

кредит срочно на карту без отказа zaymi-bistro.ru экспресс займ онлайн заявка

Documentos essenciais para abrir uma empresa

Manter a documentação em ordem é primordial para o bom funcionamento da organização

Abrir uma empresa não é tarefa fácil, afinal, além de fazer todo o planejamento e ter o capital necessário para investir, existe uma lista de documentos essenciais para que o negócio esteja de acordo com a legislação e o proprietário não tenha dores de cabeça em casos de fiscalização, uma vez que, aqueles que não apresentarem as licenças necessárias para o funcionamento, poderão ser penalizados com muitas e, até mesmo, com a interdição do local.

Para legalização do empresário individual, ele precisará, em primeiro lugar, efetuar um registro na Junta Comercial, bem como inscrições em outros órgãos, como Receita Federal, Secretaria de Fazenda do Estado e Prefeitura Municipal.

Confira os documentos essenciais para a sua organização e saiba um pouco mais sobre cada um deles:

– Alvará de funcionamento – De acordo com a Lei de Zoneamento, por meio desse documento fica constatado que o imóvel está regulamentado e a permissão do seu funcionamento. Ele deve ser renovado a cada dois anos, porém o prazo é determinado pelas prefeituras municipais.

– Licença sanitária – O registro é concedido pela Vigilância Sanitária da região e é obrigatória para diversos tipos de estabelecimentos, como hotéis, farmácias, clínicas médicas ou odontológicas e empresas alimentícias e distribuidoras de produtos químicos.

– Licença ambiental – Se o ramo de atividade da companhia exigir o licenciamento concedido pelo órgão municipal, como, por exemplo, indústrias e fabricantes de cosméticos e perfumes, o empresário deve portar esse registro.

– Notas fiscais – É primordial arquivar todos os recibos de itens comprados ou vendidos pela organização.

кредит онлайн на карту под 0 zaymi-bistro.ru круглосуточный кредит онлайн

Novo remédio para convulsão é autorizado pela Anvisa

O medicamento poderá ser usado por crianças com idade a partir de 4 anos

Pais de crianças com síndrome de Lennox-Gastaut e adultos portadores desse mesmo problema terão o auxílio de um novo medicamento, trata-se do Inovelon (rufinamida) que será fabricado pela empresa Bushu Pharmaceuticals Limited, localizada no Japão. No Brasil, a titular do registro é a empresa Esai Laboratórios Ltda, situada em São Paulo

O remédio irá ajudar os pacientes no tratamento das convulsões, afinal, essa doença é uma das formas mais raras e graves de epilepsia que se manifesta na infância e pode aparecer, também, na idade adulta. O fármaco foi aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e é indicado para crianças a partir de 4 anos de idade e com mais de 18 kg e para adultos.

A Anvisa tem dado prioridade na análise de medicamentos novos. O intuito é aumentar as opções de tratamento. Frente a isso, remédios originais e genéricos podem ser comercializados no mercado em um tempo menor.

онлайн займ на киви кошелёк срочно zaymi-bistro.ru займ без процентов на карту мгновенно

Perfil empreendedor

Comprometimento e persistência são apenas algumas características essenciais do empresário

A Register Corporation do Brasil participou da Semana do Empreendedor Sebrae-SP que aconteceu entre os dias 03 e 08 de outubro. A tenda, localizada no Largo São Bento, ofereceu, entre outros serviços, palestras e oficinais voltadas para quem deseja ter o seu próprio negócio ou já tem uma empresa.

No dia 07, penúltimo dia do evento, os presentes puderam participar da palestra “Empreendedorismo”, comandada por Esmeralda Queiroz, do Sebrae-SP. Na ocasião, as pessoas tiveram dicas de como inovar, pois muitos ainda pensam que isso só pode ser feito por meio de tecnologia, mas há inúmeras maneiras de criar algo diferente e isso pode ser feito com produtos, serviços agregados, processos, canais de distribuição e novos negócios.

Para se destacar no segmento ao qual faz parte, o empresário não precisa de muito dinheiro e nem de tecnologias avançadas, para isso basta, apenas, pensar no cliente, afinal, é essa pessoa que vai investir no seu negócio e se interessar por aquilo que tem para vender.

Todos os empresários têm comportamentos parecidos. De acordo com Esmeralda, uma pesquisa realizada pela ONU, na década de 70, detectou algumas características do empreendedor. Confira abaixo:

  • Busca de oportunidade e iniciativa;
  • Persistência;
  • Comprometimento;
  • Exigência de qualidade e eficiência;
  • Correr riscos calculados;
  • Estabelecimento de metas;
  • Busca de informação;
  • Planejamento e monitoramento;
  • Persuasão e rede de contatos;
  • Independência e autoconfiança.

Todas essas atitudes são fundamentais, afinal, uma está ligada a outra e juntas fazem toda a diferença na criação e no desenvolvimento de um negócio, de qualquer segmento.

O planejamento não pode ser deixado de fora, afinal, essa é uma das mais importantes atitudes para o empreendedor, já que, por meio disso, é que o empreendedor vai explorar as oportunidades identificadas, avaliar os riscos, manter foco no objetivo e organizar os passos para realizar as metas.

займ онлайн заявка zaymi-bistro.ru взять займ на банковскую карту